Número total de visualizações de página

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Há quanto tempo partiste? Não sei.
Há muito.
Só sei que te sinto no meu corpo.
Que te tenho sem te ter.
Que te vejo sem te ver.
Que te oiço sem te ouvir,
Que enlouqueço.
Helena




1 comentário:

  1. nem o vento nem o ar
    foi o tempo a passar
    foi o tempo demente
    tempo passado de amar

    ResponderEliminar