Número total de visualizações de página

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Fui

Vou indo
Chorando ou rindo,
Vou indo.
Um dia virá que fui,
Sem ter sido
Quem queria,
Sem ter sentido
Que sabia
O que queria.
Quem diria?

Helena

3 comentários:

  1. Podemos nunca ser o que sonhámos ser. Podemos nunca sentir que sabemos o que queremos. Mas podemos ir rindo, porque a felicidade depende do que efectivamente fomos, vivemos, sentimos, conhecemos...
    É um prazer ler o que escreve! Obrigada!

    ResponderEliminar
  2. no ir e vir
    da alma maré
    quem de mim
    sou eu a fé

    Pedro

    ResponderEliminar
  3. "Sem ter sido
    Quem queria,
    Sem ter sentido
    Que sabia"

    Poema delicioso... Espero um dia poder encontrar-me também.

    ResponderEliminar