Número total de visualizações de página

sábado, 19 de janeiro de 2013

Amor ferido

No teu corpo me anichei
Quando a ti me entreguei
E menina mulher me fiz.
Nesse corpo de petiz

Quantas noites de amor
Quantos beijos te dei
Quanto desejo saciei.

Mas, um dia veio a dor,
Pequena, mesquinha.
Sem valor.
Que me fez esquecer
O teu amor

Que me impediu de perdoar
O deslize.
Para só lembrar
A raiva, o orgulho,
O amor ferido
De quem se arroga, afinal
O direito de possuir
E de não partilhar.

Helena


1 comentário:

  1. E quando se deixou partir,o amor aconteceu, de verdade! Bjs

    ResponderEliminar