Número total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Quero continuar a sorrir

Quero continuar a sorrir,
Mesmo que o coração chore.
Quero continuar a sorrir,
Mesmo que não te veja.
Quero continuar a sorrir,
A lembrar o que vivemos.
Os açoites que te dei
E as gargalhadas que soltámos.
Quero continuar a sorrir,
Sabendo que já partiste.
Quero continuar a sorrir,
Mesmo que esteja triste.

Helena

18 comentários:

  1. Helena sou uma grande admiradora sua, gosto muito de a ver e ouvir. Sinto muito pela sua perda, nenhuma mãe deveria passar por uma dor tão grande!

    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. E nós queremos que continue a sorrir.
    Nós precisamos que continue a sorrir.
    O seu filho Miguel, quer que continue a sorrir.
    Em cada sorriso seu, nós veremos o sorriso do seu menino grande, do seu (nosso) Miguel.
    Eu também sou mãe: sei o digo e quero o que digo.
    Aceite um beijo da
    Tita

    ResponderEliminar
  3. Há pessoas que nos fazem sorrir, que nos iluminam. Minha cara Helena, a luz do Miguel vai permanecer na nossa memória, sempre acompanhada pelo seu sorriso.
    Receba o meu abraço e a minha profunda admiração,
    Isabel Cristina

    ResponderEliminar
  4. Helena, :), é uma pessoa fora de série, brilhante! Obrigada, DulceB.

    ResponderEliminar
  5. Helena!
    Há pouco deixei um comentário num outro blog seu...
    Que felizmente acaba por ser também de todos nós...
    Mais uma vez expressa em poucas palavras um grande sentimento...
    Estas palavras sobre o seu filho, e depois da sua partida, até ao próximo reencontro, acabam por nos deixar com um grande sorriso, reflexo do seu... Mesmo quando a tristeza vem, ela também sabe sorrir...
    Obrigada por tão bonita e simples poesia... E mais importante tão grande de coração...
    Um grande abraço
    Lurdes Jóia Carvalho

    ResponderEliminar
  6. Querida Helena:
    Precisamos do seu sorriso. O seu outro filho e os filhos do Miguel, precisam do seu sorriso.
    Mesmo o Miguel, onde estiver, precisa de ver o sorriso da mãe.
    Continue com esse sorriso luminoso e calmo, mesmo quando houver um fundo de tristeza, nos seus olhos.
    Beijinho, minha querida
    Maria

    ResponderEliminar
  7. Mesmo com a alma nublada sorria Helena porque o seu sorriso faz muita falta.
    Beijinho e abraço
    Teresa

    ResponderEliminar
  8. Olá Helena

    Sim o seu sorriso é maravilhoso..mesmo triste, faz-nos falta!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  9. Quantas e quantas vezes temos de continuar a sorrir, mesmo que por detrás desse sorriso escorram lágrimas...
    Para uma Senhora que admiro muito um grande abraço

    ResponderEliminar
  10. ...Estranhamente, a vida encontra uma nova cadência, um novo ritmo, novos rumos. Aprendemos a lidar minimamente com as situações, muitas vezes avançando um passo, outras vezes dando um passo ao lado, às vezes parando para podermos pensar bem no que fazer. Não compreendo a dor de perder um filho, mas compreendo a dor imensa de perder um grande pai, o meu herói, para esta doença ingrata e cruel. De uma filha que sabe que quer continuar a rir, para uma mãe que sabe que quer continuar a sorrir, um beijinho grande, do tamanho do oceano que nos separa :)

    ResponderEliminar
  11. A sorrir...ainda que seja difícil, e deve ser mesmo muito difícil.
    Muita Força Helena

    ResponderEliminar
  12. Homenageio a sua imensa coragem e alegria
    de viver.Bj.Irene Alves

    ResponderEliminar
  13. Palavras para quê?
    Que BELA MENSAGEM!

    Um abraço e um sorriso,
    Vânia Batista

    ResponderEliminar
  14. Belíssimas palavras! Continue a sorrir sim Helena, sempre, ainda que o coração chore. Admiro-a profundamente. É uma mulher forte e corajosa que enfrenta e ultrapassa as adversidades da vida com um sorriso. Fiquei muito sensibilizada com a notícia e a pensar como é que uma mãe ultrapassa semelhante dor. Eis a resposta: "continuar a sorrir, mesmo que o coração chore".

    Aceite um forte abraço de solidariedade
    Gert L Correia

    ResponderEliminar
  15. Uma mae sorri sempre, mesmo quando chora. E o amor que a faz sorrir.

    ResponderEliminar
  16. A vida é uma passagem...enquanto cá estamos temos e apanhar os cacos depois de uma perda destas...colá-los, a peça nao ficará igual, mas ainda vai sobrevivendo!!Já deve estar farta de ouvir os mesmos elogios, mas as palvras bonitas ditas com carinho nunca são demais, sou sua admiradora,gosto dos livros, adoro ouvi-la,vê-la sorrir, e gosto da forma como pensa e vê a vida!Continue...força.

    Vera Montes

    ResponderEliminar
  17. Sou mãe também e desde que o sou, vejo as mães com outros olhos, percebi esse amor que ninguém conseguia descrever muito bem, mas que chamava de diferente, o amor por um filho. Conheci-a à uns tempos (largos), numa entrevista ao '5 para a meia-noite', já tinha ouvido falar de si como escritora, mas no sábado rendi-me, enquanto assistia à entrevista que deu à alta definição, rendi-me ao seu espírito, à sua força, à sua maneira de ser, como mãe e mulher. Rendi-me à força que demonstra e transmitiu, rendi-me às palavras e ganhei coragem para partilhar consigo estas minhas palavras. Muitos parabéns pela coragem, pela força, pela pessoa que mostra ser. Bem-haja

    ResponderEliminar