Número total de visualizações de página

domingo, 28 de junho de 2009

Anos depois

Entrei na sala onde estavas,
Mas não te vi.
A reunião começou.
E, de repente, ouvi a tua voz
Quente e discreta,
Mas que se impôs.
Tudo o que disseste,
Eu pensava.
Do lugar onde estava
Não te via
Mas sentia-te.
No fim, saiste primeiro.
Nunca mais te vi.
Os anos foram passando
E, surpresa, um dia,
Acabei por te encontrar aqui!

Helena

1 comentário: